Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Curitiba
16ºmax
min
Correios Celular - Mobile
Meio Ambiente

Governo do Mato Grosso pedirá ajuda de Força Nacional contra fogo no Pantanal

Queimadas já duram mais de 60 dias na região

21 setembro 2020 - 08h32Por Jennifer Vargas*

Mesmo com as recentes chuvas leves, o Pantanal continua sofrendo para cessar os focos de incêndio no bioma. Mauro Mendes (DEM), governador do Mato Grosso, confirmou que pedirá, nesta segunda-feira (21), ajuda da Força Nacional para combate às queimadas em toda a região. De acordo com as autoridades, União já sinalizou apoio ao reforço.

"O governador vai solicitar já de manhã todo o apoio de estrutura e de pessoas para contribuir com o combate aos incêndios em todo o Estado do Mato Grosso. Já temos o apoio do Exército, que está na região do Araguaia, temos o apoio da Marinha, que está no Pantanal, mas a Força Nacional vem somar mais esforços no combate aos focos de incêndios", disse o secretário-chefe da Casa Civil do Mato Grosso, Mauro Carvalho.

Graças às chuvas leves no fim de semana, alguns pontos tiveram redução de 20% nos focos de incêndio, o que ainda não resolve a situação, mas alivia o trabalho das equipes técnicas e dos voluntários. Principalmente com a boa notícia dos meteorologistas de que a previsão é de mais chuva para os próximos dias.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, usou sua conta no Twitter para criticar o momento vivido: "As queimadas no Pantanal representam um risco crítico ao bioma. Animais estão morrendo. Milhares de famílias que sobrevivem do Rio Paraguai, que já atingiu seu menor nível em 50 anos, estão em risco".

Vale lembrar que o o fogo já destruiu cerca de 15% do bioma, com queimadas há mais de dois meses e centenas de animais mortos.

*Com informações da AE