AO VIVO
Menu
Busca segunda, 02 de agosto de 2021
Busca
Curitiba
17ºmax
min
Correios Celular - Mobile
Mobilidade

Detran simplifica primeiro emplacamento de veículos e procedimento será 100% digital no DF

18 junho 2021 - 12h19Por Priscila Carolina Dalagnol

Os consumidores que comprarem carro novo no Distrito Federal vão notar uma mudança no procedimento de regularização do veículo. O primeiro emplacamento agora é totalmente digital.

A medida foi anunciada pelo Detran e publicada nesta quinta-feira (17) no Diário Oficial do Distrito Federal. A Instrução nº 350, institui o Primeiro Emplacamento Inteligente e simplifica a emissão do documento necessário para a circulação dos automóveis. 
 
Com a alteração, o registro poderá ser feito pelas concessionárias, de forma imediata, no sistema do Departamento de Trânsito. A mudança é válida para veículos zero quilômetro que forem adquiridos no DF. 

Segundo o órgão, a inovação visa dar mais agilidade aos vendedores e compradores, e também reduzir a burocracia na relação entre a autarquia, cidadãos, empresas e outras entidades.

“Quem compra carro zero, por exemplo, já sai da loja com o veículo registrado, com o CRLV-e disponível no aplicativo Detran Digital e com o número da placa. E o principal: sem a intervenção de terceiros e sem custos a mais para o consumidor”, destaca o diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia.

Para aderir ao programa, as concessionárias deverão apresentar documentos simples, como termo de adesão, contrato social, cartão do CNPJ, alvará de funcionamento, identificação do proprietário ou responsável, além de provas de regularidade fiscal, trabalhista e previdenciária. 

O acesso ao sistema será válido por 12 meses e permitirá que, ao informar os dados pessoais do comprador, o chassi do veículo, e especificações da compra, automaticamente sejam gerados o número da placa do veículo e o Certificado de Registro e Licenciamento Eletrônico – CRLV-e.

Para o procedimento, as concessionárias deverão recolher as taxas de serviço vigentes: registro de veículo zero Km (R$ 161), transferência de dados à base nacional (R$ 24) e autorização de estampagem da placa (R$ 19). E ainda o valor de R$ 6,85 para cada acesso.

Com informações do Detran/DF.