AO VIVO
Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Busca
Curitiba
24ºmax
11ºmin
Correios Celular - Mobile
Coluna

Mercado eleva projeção da inflação e do dólar

Dia-a-dia da economia

20 outubro 2020 - 07h00Por Reinaldo Cafeo
Mercado eleva projeção da inflação e do dólar

O mercado projeta alta mais acentuada da inflação oficial do Brasil, o IPCA, e eleva a previsão da cotação do dólar para a virada de 2020 para 2021. 

Dados do Boletim Focus apontam para inflação de 2,65% neste ano. Na semana passada a mediana do mercado apontava para um IPCA no ano fechado de 2020 de 2,47%. Mesmo com a alta a projeção ainda está dentro da meta fixada pelo Banco Central que é de 4% para este ano, com tolerância de 1,5 ponto para cima ou para baixo. Pressão nos preços dos alimentos, bebidas e até mesmo vestuário, tem elevado os preços. O consumidor está com apetite, pelo menos por enquanto. Para 2021 o mercado projeta inflação de 3,02%.

A cotação do dólar na virada do ano saltou de R$ 5,30 na semana passada para R$ 5,35 nesta semana. Aqui reflete a maior demanda por proteção da moeda estrangeira. Para a virada do ano que vem, a projeção é de R$ 5,10. Algum alento no câmbio, jogando a cotação para baixo, somente com sinais claros de que haverá austeridade fiscal por parte do governo federal.

Outros indicadores do Boletim Focus: queda no PIB para este ano de 5% (projeção anterior era de queda de 5,03%). Para 2021 previsão de crescimento econômico de 3,47% (menor do que o patamar anterior que apontava para 3,5%). Já a previsão para taxa básica de juros foi mantida em 2% para virada do ano, com previsão de alta para 2021: 2,5%.

São previsões que servem para o planejamento das organizações, do próprio governo e das famílias.