AO VIVO
Menu
Busca domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Curitiba
18ºmax
10ºmin
Correios Celular - Mobile
ECONOMIA

Mais de 50 mil trabalhadores tem salários e jornadas reduzidas no Paraná

Dados federais apontam mudanças nos acordo de trabalho durante a pandemia

10 junho 2021 - 22h54Por Lucas Oliveira

Um levantamento divulgado pelo Ministério da Economia revelou nesta quinta-feira (10) que quase cem mil paranaenses tiveram seus contratos de trabalho alterados entre abril e maio. A maioria das mudanças foi amparada pelo programa do Governo Federal, que busca preservar empregos em meio à pandemia.

De acordo com o Ministério da Economia, foram registrados no Paraná 97.349 acordos entre funcionários e empregadores para alterações contratuais entre abril e maio. Previstas pelo Programa de Benefício Emergencial do Governo Federal, as alterações se concentraram em suspensão de contratos e reduções de jornada de trabalho e salários.

O Programa de Benefício Empresarial de Preservação do Emprego possibilita duas formas de acordo, válidas por um prazo de até quatro meses. A primeira permite que as empresas reduzam a jornada, e consequentemente os valores dos salários dos empregados de 25% a 70%. Já a outra opção é suspender, temporariamente, o contrato de trabalho, evitando a demissão do empregado, que tem estabilidade garantida por lei.

Segundo o Ministério da Economia, a maioria dos acordos celebrados no Paraná foi o de redução da jornada de trabalho e salário do funcionário, totalizando 50.125 casos. Já o de suspensão temporária do contrato atingiu a marca de 47 mil registros.