Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021
Busca
Curitiba
24ºmax
12ºmin
Correios Celular - Mobile
ECONOMIA

Apps bancários e bancos digitais caem no gosto dos brasileiros

Os brasileiros estão cada vez mais distantes das agências tradicionais

15 setembro 2020 - 06h30Por Martha Alves*

Os brasileiros estão cada vez mais distantes das agências e dos bancos tradicionais quando o assunto é movimentar suas contas. Levantamento feito pela consultoria Toluna Insights, encomendado pela fornecedora de serviços financeiros Fiserv, mostra que apenas 16% dos entrevistados no país disseram que interagir por meio de agências físicas é sua forma preferida de movimentar a conta.

Outros 43% dos usuários afirmaram que sacam os seus celulares e usam o aplicativo do banco quando querem fazer transações. Para completar, os bancos totalmente digitais, que não possuem agências físicas,  já são os escolhidos por 20% dos brasileiros.

Uma das novidades nessa área é a Finplace, que acaba de se tornar um banco digital, com o lançamento da Finconta. O novo produto do grupo chega ao mercado com uma campanha promocional que dispensa o cliente da cobrança de taxas e anuidades.

A Finconta foi criada tanto para atender o cliente pessoa física quanto as empresas. Ela  já tem mais de 300 clientes e a expectativa é de triplicar esse número até o final do ano.

“Além de tarifas grátis, o cliente da Finconta contará com vantagens como antecipação de vendas feitas pelo cartão, cartão virtual para compras seguras na internet, emissão e pagamento de boletos, entre outras”, disse o CEO da Finplace, Felipe Avelar.

Para movimentar a conta e ter acesso aos serviços, o cliente conta com um aplicativo gratuito para smartphone  e um cartão físico da Finconta, que pode ser utilizado em toda a Rede Banco24horas de caixas eletrônicos ou mesmo como cartão de crédito com bandeira Visa.

Outro diferencial da Finconta é a possibilidade de o cliente pessoa jurídica criar o seu próprio banco, para gerenciar todas as operações financeiras com colaboradores, fornecedores e outros parceiros.

“Nesse modelo, entendemos quais são os objetivos da empresa e criamos um aplicativo para smartphone de acordo com seu manual de marca. O desenvolvimento e processamento de transações bancárias fica por nossa conta”, explica Avelar.

Em plena pandemia, a Finplace saltou de 188 clientes (março) para 1.000 clientes em agosto, um crescimento de 432% nesse item. De novembro de 2019 para cá, a plataforma já movimentou mais de R$ 90 milhões.

*Com informações da AE