AO VIVO
Menu
Busca domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Curitiba
18ºmax
10ºmin
Correios Celular - Mobile
MUDANÇA

Curitiba volta a flexibilizar comércio em meio à pandemia

Atendimento presencial é liberado em shoppings e ruas; medida é válida até o próximo dia 16

09 junho 2021 - 13h51Por Lucas Oliveira

Após nove dias na fase mais restritiva, Curitiba retorna a partir desta quarta-feira (9) à bandeira laranja, que permite uma maior flexibilização comercial em meio à pandemia da Covid-19.

Durante anúncio em sua página na rede social Facebook, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), revelou na última terça-feira (8) os fatores que motivaram o avanço da bandeira vermelha (fase mais proibitiva) para a laranja. O chefe do Executivo informou que foram registradas quedas nas taxas de retransmissão do novo coronavírus e de internações de pacientes em leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O novo decreto municipal estabelece a flexibilização das atividades econômicas até o próximo dia 16, quando ocorrerá uma nova avaliação da situação da pandemia na capital.

A mudança para a bandeira laranja permitiu o retorno do atendimento presencial de clientes em estabelecimentos nos shoppings e no comércio de rua. Até a última terça-feira (8), os empreendimentos podiam operar apenas na modalidade delivery.


Além de autorizar o funcionamento das academias de ginástica, a decisão da Prefeitura liberou também os ônibus a passarem a circular com 70% da capacidade de passageiros, índice 20% superior ao permitido na bandeira laranja.

Em contrapartida, o decreto mantém a suspensão da operação dos seguintes tipos de estabelecimento: bares, casas de shows e festas, cinemas, teatros, parques infantis e tabacarias.

Também segue proibida a circulação de pessoas, no período das 21h às 5h, nas vias e espaços públicos da capital.

Continua em vigor ainda, a exigência de que os comerciantes respeitem os protocolos sanitários de prevenção ao contágio da Covid-19, como a obrigatoriedade do uso de máscara e disponibilização de álcool em gel para os clientes.

Dados – De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de Saúde de Curitiba na noite da última terça-feira (8), a capital contabiliza, ao longo da pandemia, 222.191 moradores contaminados pelo novo coronavírus, sendo 5.631 mortos, 206.642 recuperados e 9.918 em tratamento.